sábado, 31 de dezembro de 2011

2011, doce 2011.



     Dois mil e onze foi o meu ano. Um ano de mudanças; muitas mudanças. Um ano de radicalizações, da quebra dos meus princípios, da libertação dos vícios humanos que me prendiam a histórias que eu nunca imaginava ser capaz de me soltar; bastou que acreditassem em mim para que isso acontecesse. Foi meu ano de renascer e ver que nem tudo estava perdido. Ano de reconhecer e me conhecer. De perceber que você pode surpreender a qualquer um, mas que se surpreender é fantástico. Foi ano de me surpreenderem, também. Foi ano da vida me deixar surpresa.
      Foi um ano difícil, porém. Mas sabe quando suas ações se tornam mais importantes do que as consequências? Me arrependo de não ter buscado ser feliz antes. Só disso. Não me arrependo de ter entrado na vida das pessoas e nem de ter permitido que entrassem na minha. Às que entraram e permaneceram: vocês merecem estar comigo por tudo que fizeram. Às que entraram e logo saíram de cena: vocês fizeram o que havia de ser feito e depois da missão cumprida, saíram; obrigada por isso.
      No calor do momento, na dor da perda, você não é capaz de enxergar que quem saiu da sua vida contribuiu para alguma coisa. Mas quando o tempo passa e você já está fora da situação, é que se pode compreender que tudo tem um porquê. Ao meus inimigos: obrigada por me conhecerem; contribuíram indiretamente com a minha vasta felicidade e me fizeram crescer. Aos que me desejaram mal o tempo todo e que fizeram de tudo para me derrubar: foi esforço em vão. Absorvi dores, tomei raivas, fiquei irritada com vocês. Mas mais uma vez: a felicidade da ação supera o desconforto da consequência. Aos que, mesmo depois de me verem inabalável esse ano todo, ainda assim insistem em me fazer algum mal no próximo ano: tentem. Mas tentem mesmo, porque vocês precisarão suar.
      Aos meus amigos que estiveram do meu lado: não meço ações para lhes agradecer tudo que já fizeram. Desde os que só me ofereceram palavras de conforto até os que permitiram que eu procurasse consolo já na calada da madrugada. Vocês me sustentaram e alguns, mesmo longe, fizeram o possível para estarem do meu lado sempre. Meu ano foi incrível graças a participação de cada um de vocês.
       Às minhas leitoras: meu sincero obrigada e eternos parabéns por escreverem tão bem e contribuírem com um mundo que todos deveriam conhecer; o mundo da escrita. Obrigada pelo carinho, atenção e elogios que recebi. O resultado disso é um livro maravilhoso.
      Ao meu amor: não tenho o que lhe dizer, meu anjo da guarda. Já lhe disse tudo, mas repito se for preciso: obrigada por estar comigo vinte e quatro horas por dia, dia e noite, sete dias por semana, trinta dias no mês e trezentos e sessenta e cinco dias no ano. Obrigada por ser minha estrutura e nunca ter me deixado cair desde então. Obrigada por fazer de mim a melhor pessoa que eu poderia ser, e por fazer da minha vida o ideal de felicidade mútua. Eu te amo muito.
        E a Deus: o Senhor tem visto tudo e eu não preciso dizer absolutamente nada além de um obrigada. Um muito obrigada. 
         2011. Meu ano. E que 2012 consiga superar me trazendo ainda mais felicidades.


Beijos e me liga para contar do seu 2011 :*




PS1: Espero que cada um de vocês tenham passado por um ótimo 2011, e desejo do fundo do coração que 2012 seja absolutamente perfeito!
PS2: Tenho uma impressão gigantesca de que 2012 vai marcar minha vida e conseguir ser melhor do que 2011. Informação desnecessária, mas queria compartilhar isso!
PS3: Comente, deixe sua marquinha aqui :)

9 comentários:

  1. 2011 foi um ano surpreendente pra mim, de uma certa forma foi bom também ><

    Feliz 2012 atrasado,rs

    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Faça seu 2012 tão bom quanto parece ter sido seu 2011! Ótimo texto, e adorável blog, pretendo voltar por aqui! Beijos.

    ResponderExcluir
  3. Tão cheia de sonhos e alegria...adorei ler!
    Um beijo, obrigada pela visita e seja sempre bem vinda ao meu blog tb!

    ResponderExcluir
  4. Yasmin sua fofa *-* muuito obrigada, e te desejo tudo em dobro! Muita saúde, felicidade, paz, amor, sucesso enfim; um super 2012 pra você querida. :D

    beijo na buchecha (:

    ResponderExcluir
  5. Ô Yasmin, fico tão feliz por você, é como se eu acompanhasse a tua vida a cada texto que tu crias, e é cada um mais lindo que o outro, sobre o teu livro eu já disse né? Maravilhoso, achei um presente perfeito, e merecedor. 2011 não foi bem meu ano, o mais cansativo talvez, foi um ano de muita luta em vários aspectos, mas as vitórias chegaram, algumas perdas também, faz parte, a gente um dia aprende a viver com isso, só espero que 2012 traga a leveza que 2011 não me trouxe, e que seja mil vezes melhor pra ti. Beijão.

    ResponderExcluir
  6. Ah, o blog tá uma graça! Super fofo..

    ResponderExcluir
  7. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  8. Há como é bom ler os teu textos depois de muito tempo.Eu sempre adorei cada palavra escrita aqui por você,há simplicidade,há sinceridade ...Parecia que estava lendo um texto escrito pra mim,penso igual há ti,2011c foi um ano surpreendente e não a palavra melhor que descreva estes 365 dias,foi difícil mais foi um aprendizado também e como nos contos de fada no final de tudo certo não é?.Querida estava ausente do blog e anda estou mais tive um tempinho e vim cuidar um pouquinho do pedacinho da minha vida o diário de uma adolescente ai vi o seu comentário o nome da musica é Corner Of My Street a tradução é linda e simples como teus textos.Um abraço Anne.

    ResponderExcluir
  9. E viva as mudanças. E viva a vida. Um beijo.

    ResponderExcluir

Não leio mentes ainda, então não vou saber o que você achou a menos que comente.