terça-feira, 8 de fevereiro de 2011

É tudo culpa tua!



São Carlos, 08 de Fevereiro de 2011.

Querido coração insensível,

Veja só, essa já é a segunda carta que te mando em menos de um ano. Realmente não acha que há algo errado nisso? Pois bem, eu tenho certeza.
Só me responda a uma única pergunta: qual é o teu problema? É tão difícil assim colaborar e ao menos tentar me ver bem, ou por algum acaso você está de parceria com aquele cupido sem graça, tolo e cego? Porque sinceramente, nenhum de vocês dois têm juízo.
Onde já se viu usar o meu corpo e mente como instrumento de brincadeira? Porque só pode ser isso. Vocês dois devem se divertir muito me usando, porque nem Deus e nem o Papa consegue contar as vezes que eu fui iludida, enganada e obrigada a acreditar nas palavras de quem não devia nem ter aprendido a falar. E eu te garanto, caro coração, isso não é nada divertido. Não pelo menos ao meu lado da história. Tente se colocar no meu lugar e entender o que se passa na minha cabeça que não tem sossego há um bom tempo, por favor.
Você sabe o que é ir dormir todas as noites desejando um dia melhor e quando acordar, ver que vai ser a mesma coisa de sempre? Ou por algum acaso sabe o que é se perguntar milhões e milhões de vezes o porquê de não ser nem ao menos capaz de amar a pessoa certa? Não, tenho certeza de que você não sabe o que é sentir isso. Até porque você está aqui, quietinho, batendo como se nada estivesse acontecendo comigo. Nem parece que você vive dentro de mim.
E mesmo depois de ter sido esfarelado, me pego pensando em como você ainda tem a ousadia de insistir de novo nessa porcaria toda. De novo? Porque de novo? Não bastam todas as experiências que eu já tive para você entender que isso não vai acabar bem? E dessa vez, menos ainda. É evidente o final dessa história.
Mas não... para você, sempre dá pra recomeçar. Me desculpe, mas comigo as coisas não são assim. Quando os seus últimos recomeços resultaram no mesmo final trágico e doloroso, fica difícil pensar em recomeçar. Só que você, coração insensível, sempre sofre menos. Porque no final de tudo, sou sempre eu quem absorvo todas as dores antes que elas cheguem até você, e acredite, não é nada legal isso.
E antes, um último pedido: vê se toma jeito e seja menos egoísta. Não parece, mas eu ainda tenho um grande poder sobre você. Um estalar de dedos posso fazê-lo parar de bater rapidinho.
Ah, e antes que eu me esqueça, diga ao seu coleguinha de quarto, aquele cupido otário, para que seja mais competente em suas tarefas, porque no quesito 'unir corações' ele é uma verdadeira merda.
Passar bem vocês dois, seus ingratos.


Lembranças, Yasmin.


Beijos e me liga pra contar do seu coração idiota :*

PS: É, mais um texto para a minha coleção de desabafos. Precisava escrever isso.
PS2: Comente, deixe sua marquinha aqui :)

16 comentários:

  1. Ohhh... Isso foi tão bonito...
    ... Que cupido mais babaca(heheh) E que
    coração mais vádio (kkk)
    Olha, juro que li otexto todo, e em nem um momento pensei em parar de ler, só de tão belo que ele é... Tão bonitinho!
    Gostei muito. Bjws"
    http://nostudinhos.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Porque no final de tudo, sou sempre eu quem absorvo todas as dores antes que elas cheguem até você...
    bem profundo. Um desabafo bem desabafado mesmo AHHAH muito bom (:

    ResponderExcluir
  3. "Quando os seus últimos recomeços resultaram no mesmo final trágico e doloroso, fica difícil pensar em recomeçar."

    acho rico.

    ótimo desabafo flôr.
    Um beijo?

    ResponderExcluir
  4. Nossa que revolta, bom desabafo! SUAHSUHAU
    Já senti isso...

    ResponderExcluir
  5. Oi flor...
    Vim deixar minha marquinha aqui e o meu xerinho ^^

    ResponderExcluir
  6. uau! adorei o seu texto!
    e me diz ai vai, quem foi que nunca se revoltou com o coração e com o cupido? acho que todo mundo já passou por isso. espero que depois dessa carta eles dois tenham mais juízo e encontre pra você algo que sempre desejou. beijinhos!

    ResponderExcluir
  7. adorei seu post e deixei um selo pra voce no meu blog xaráa. kkkkkkkkkkk

    ResponderExcluir
  8. Sem palavras, precisava ler algo assim, me perdoa por deixar de vim aqui e ler seus textos que trazem muita inspiração e conforto, desabafar é algo muito bom!
    beeijo ;*

    ResponderExcluir
  9. Quero uma cópia, preciso dar essas palavrinhas com meu coração também, hahahah. O desabafo ficou maravilhoso Yasmin, concordo em tudo que escrevera ali. Sei exatamente como é. Dá uma raiva dessa dupla né? rs.
    Beijos

    ResponderExcluir
  10. Selo pra você :
    http://mywordfashion.blogspot.com/p/selos.html
    beijos

    ResponderExcluir
  11. muito obrigada pelas palavras. muito obrigada mesmo.
    pode passar quantas vezes quiser e julgar necessário.
    seguirei-te.
    beijos

    ResponderExcluir
  12. Ótimo desabafo, bem inspirador, e as vezes totalmente necessario, adorei seu blog.

    Adorei a frase inicial ali em cima, realmente a vida nao para pra ninguem!

    ResponderExcluir
  13. quanta revolta, viu? mas como você mesma disse, só você deve saber quantas vezes foi desiludida, enganada. acho que se acontece essas coisas com a gente, é porque ainda não aprendemos a lição, continuamos atraindo o errado. e na verdade, o coração sempre ama a pessoa certa, por mais errada que ela seja. se não amamos alguém, por mais perfeito que ele pode parecer, é porque não é o ideal pra nós, ou nosso momento. um beijo.

    ResponderExcluir
  14. O cupido às vezes nos surpreende. E faz-nos desabafar em situações com estas. rs
    Boa tarde, flor

    ResponderExcluir
  15. Há! Adorei encontrar seu blog!

    Acabei de ver uma coincidência imediata e que achei que só eu dizia! Tenho uma Santa pra tudo, kakaka. Nossa Senhora da Chapinha, Das Mulheres com TPM, e por aí vai!

    Bjs e sigo!

    ResponderExcluir

Não leio mentes ainda, então não vou saber o que você achou a menos que comente.