quarta-feira, 22 de junho de 2011

Sessenta segundos.

Acabei de descobrir que tenho sessenta segundos para escolher o que quero levar comigo. Dez segundos já se passaram só para eu perceber que não preciso de muito para estar feliz. Não é isso e nem aquilo.
Talvez se a escolha fosse tua, eu nem passaria pela tua cabeça nesse um minuto. Não por ser pouco tempo para se escolher tudo que queira carregar, mas por existirem coisas mais relevantes a que se deve pensar. Sei que neste meio-tempo você se desesperaria, correria pra pegar teus objetos de maior valor, celular, algumas roupas, tua mãe e teu amor. Afinal, do que mais precisaria, não é mesmo? Tendo o que vestir, como se comunicar, alguém para cuidar de você e outro alguém para te amar... realmente não precisaria de mais nada.
Eu? Bem, acabei de olhar para o relógio e já se passaram quarenta segundos. Ainda me encontro aqui, sentada na cama, pensando no que carregar junto de mim. Pensei no meu telefone, nos meus melhores sapatos, minhas melhores roupas, minhas jóias... Mas espere. Pra quê? Chega de materialismo, ainda mais quando ele não irá me fazer feliz. Meu estado físico não garante meu estado emocional. O que eu levaria comigo não está nas vitrines de Nova York, nem nas passarelas de Paris. Muito menos na 5th Avenue.
A única coisa da qual eu preciso ter comigo possui nome, sobrenome, endereço e, diga-se de passagem, um sorriso maravilhoso.
5...4...3...2...1.

Beijos e me liga pra contar dos teus sessenta segundos :*

PS: Comente, deixe sua marquinha ;)

10 comentários:

  1. ola, meu nome é anonimo e me chamo caio. O texto ficou simplesmente excelente, transmite tudo aquilo que, ne.ai ai.

    ResponderExcluir
  2. Que legal esse texto. Me lembrou um pouco da moral do filme "casa comigo?" . Legal *-*

    ResponderExcluir
  3. Certamente eu levaria pessoas e meus filmes, e uma hora a gente aprende a deixar de lado quem nos coloca como opção. Beijões pra ti

    ResponderExcluir
  4. QUE lindo seu blog e suas palavras. Estou seguindo. bjinhos

    ResponderExcluir
  5. Eu sempre entendo o que você escreve...
    Mais um texto lindo, parabéns!

    ResponderExcluir
  6. Que texto lindo! Não canso de repetir que tens o dom de me fazer imaginar cada cena descrita, é lindo isso. Bom, o que eu levaria? Um bloco de papel grande e alguns lápis e canetas. Também algumas pessoas importantes, nesse caso, minha mãe. Beijos!

    ResponderExcluir
  7. Querida tem desafio pra ti no meu blog <3
    http://diarioumaadolecente.blogspot.com/p/desafios.html

    ResponderExcluir
  8. O seu blog é fantástico! Ainda não consegui formar uma opinião completa sobre si... Ainda não li tudo, mas do que li, está óptimo!!! Muitos parabéns e, obrigado por partilhar connosco a sua arte!
    Se me permitir gostaria imenso de seguir o seu blog.
    Carlos Leite, http://opintordesonhos.blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  10. esse texto nos faz refletir sobre a vida,
    e é uma leitura super agradável,
    belas palavras !!

    Parabéns pela postagem Yasmin

    Att,
    sawuelbruno™

    ResponderExcluir

Não leio mentes ainda, então não vou saber o que você achou a menos que comente.