domingo, 5 de agosto de 2012

Disso e Daquilo.


Tumblr_m7x6qdy1mb1rcyysyo1_500_large
                                                                                           
      Talvez eu seja um pouco do que eu já vivi. Ou um pouco de tudo que eu aprendi, enxerguei, senti. E até mesmo um pouco do que eu não consegui aprender, enxergar, sentir.
      Mas acho mesmo é que eu sou um pouco de cada coisinha pequena. Um pouco do que eu já li, uma parte da música que eu mais gosto, dos amigos que eu mais amo e dos meus programas favoritos. Um pouco do meu prato preferido, do canto da casa que eu mais gosto, da borda da pizza que eu amo. Sou um pedaço do meu melhor amigo, da minha matéria favorita e até mesmo da profissão que eu quero seguir. Posso ser um pouco da estação que eu mais gosto, da peça de roupa que eu mais uso, da pessoa que eu mais admiro, do meu hobbie mais interessante, do dia mais feliz que eu já vivi. Sou uma parte do que já fui, do que eu sou, do que eu quero ser. A parte do dia em que eu mais estou disposta, a parte do dia em que eu mais estou cansada.
      Sou o meu chocolate preferido, o brinquedo que eu mais brincava quando criança; um pouco do filme que eu mais gosto, do autor que eu mais leio, do anel que eu mais uso, das lembranças que eu mais guardo. Sou as pessoas de quem eu sinto saudade, de quem eu daria a vida pra ter comigo de novo, de quem me odeia, de quem me ama e até de quem não dá mínima pra mim. Sou a chuva que eu gosto de tomar de vez em quando, o sol que deixa minha pele vermelha, o frio que eu amo que faça quando não tem aula. Sou o pijama de ursinho que eu coloco pra dormir e o salto de 15 centímetros que eu ponho pra sair. Sou o que eu deixei de fazer e as coisas que fiz e me arrependi. As que eu não me arrependi também. Sou uma parte dos meus pais, uma parte do mundo. Uma parte do amor.
     Sou o sorvete que eu derrubo na blusa branca, o rímel que eu mancho o travesseiro, o sorriso que eu dou quando vejo quem eu amo sorrir também, o olhar que eu lanço quando estou zangada, a língua que eu mostro quando quero fazer pirraça. Sou um pouco de cada texto que eu escrevo, de cada coisa que eu imagino, de cada detalhe que eu espero do futuro. Sou também o que eu já esperei do passado.
       E é assim: a gente é a gente. Um pedacinho de cada coisa que a gente gosta, cada detalhezinho que ninguém nem nota, mas que se não existisse, faria uma diferença que ninguém arriscaria dizer. A gente é um pouco de tudo isso; e de tudo aquilo também.

Beijos e me liga pra contar dos seus detalhes :*

PS: Comente, deixe sua marquinha aqui :)
UPDATE: O blog está de roupinha nova! Resolvi trocar, aquele rosa todo me enjoou fácil. Opiniões são sempre muitíssimo bem-vindas!

9 comentários:

  1. Tambéma acredito nisso. Nós somos inteiros formados por partes de tudo o que já vivemos, sentimos e experimentamos, inclusive do que deixamos de fazer e do que ainda faremos.
    Porque cada experiência, ou falta desta, nos muda e nos faz exergar de uma forma diferente a realidade.

    Beijo
    http://osonhodeumaflauta.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. muito lindo seu texto, amei.
    Te seguindo ^^
    Beijos Doces...
    http://blogstayy.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Bom, somos um pouquinho de tudo o que vivemos e aprendemos no decorrer da vida.
    Cada detalhe faz toda diferença, e são essas diferenças que no final valem a pena.
    Lindo texto!

    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Você acha que é um pouco de tudo, e aí se descobre de novo e vê que não era nada... Assim, até que encontremos a nós mesmos. Se é que isso acontece um dia.

    Beijos (:

    ResponderExcluir
  5. Que texto mais gostoso de ler! É verdade, nos somos tudo aquilo que vivemos, gostamos, fazemos, enfim, somos tudo! Em cada brecha que temos. Adorei o texto, muito mesmo.
    Beijinhos

    www.hiperbolismos.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Olá. A Srta é a expressão grandiosa do universo que a cerca, poeta e luz! abraços

    ResponderExcluir
  7. Também acredito nessa teoria, na verdade acredito plenamente nela, acho que a gente é cada passo dado, cada pedaço de ação, de pensamento. Acredito tanto que quando escrevi o post de aniversário pro meu melhor amigo, disse que sou muito dele, e com certeza sou, acho que a gente aprende muito com os outros, e como todo aprendizado, esse é absorvido, às vezes acontece de a gente nem notar, mas ele tá lá.
    Coisa mais linda, não sei se são as palavras, ou esse layout lindo, provável que seja o conjunto, mas tá tudo de uma doçura enorme, Yasmin. :3

    ResponderExcluir
  8. " Sou uma parte do que já fui, do que eu sou, do que eu quero ser."

    Pequena, pensa que esqueci do seu blog?
    - CLARO QUE NÃO, rs :D
    Mais um incrível texto. Você me fez viajar (...) Infância, amigos, familiares, colegial, saudades.

    * Amei a roupinha do blog.

    /Laís Anjos

    ResponderExcluir
  9. bem legal o texto, uma leitura super agradável,
    os fatos e frases nos fazem ficar imaginando cada detalhe do texto,

    gostei bastante de ler. Belo post.

    ResponderExcluir

Não leio mentes ainda, então não vou saber o que você achou a menos que comente.