quarta-feira, 20 de junho de 2012

Clichê do amor.

Tumblr_m4lcdiwegm1r0bf1eo1_500_large

Amor
(latim amor, -oris)

1. Sentimento que induz a aproximar, a proteger ou a conservar a pessoa pela qual se sente afeição ou atração; grande afeição ou afinidade forte por outra pessoa ). 
  2. Sentimento intenso de atração entre duas pessoas. = PAIXÃO


Amor. Love. Amour. Amore. Amare. Lieben.

      Há quem diga que o amor não se descreve, se sente. Há quem insista que o amor, quando descrito, se limita. Sem filosofias baratas, ou clichês de Clarice e Caio Fernando, o amor pode até não ser descritível, mas dá pra ver onde ele se encontra.
      Amor é mais que uma fotinho da pessoa amada, abaixo da sua, com a legenda "em um relacionamento sério"; é mais do que um bilhão de fotos ou um álbum dedicado em uma rede social qualquer. Amor é não precisar mostrar pro mundo e afirmar piamente o que se sente pelo outro quando na verdade isso só compete ao casal. Amar é respeitar as suas diferenças e as do próximo, seus gostos e os do outro; adquirir hábitos novos só pela pessoa. E não me venha com argumentos pequenos apontar na minha cara e dizer que quando alguém te ama, te aceita como você é. Não. Quando amamos, mudamos. Mudamos em função do outro, e nem sequer notamos. Mas só depois é que percebemos o quanto mudanças podem te fazer crescer.
      Amar não é precisar provar que se ama, e sim provar quando precisa. O amor não é a saudade por não ver o outro há um dia, uma semana ou um mês; amar é sentir saudades até quando se está junto. 
     Não precisa se amar, para amar. Justamente o contrário: é amando que a gente se ama. Amar para se amar, se encontrar e se aceitar.
       E de que adianta eu vir aqui e tentar definir esse sentimento? O amor sabe, sabe mais que a gente. 



Beijos e me liga para dizer o que você acha do amor :*

PS: Criatividade pra quê quando se pode ser clichê, não é mesmo?
PS2: Comente, deixe sua marquinha aqui :)

9 comentários:

  1. Amei o texto e o blog. Dê uma passadinha no meu quando puder. Beijos!

    ResponderExcluir
  2. O amor é tudo, realmente não se descreve apenas se sente.
    Mas acho que você descreveu ele bem nessas linhas. O amor nos muda, ou nos mudamos por causa do amor?
    Ta ai uma pergunta que fiquei me fazendo ao ler esse texto flor! rs
    Lindo por sinal!

    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Parabéns pelo blog,simplesmente fantástico o seu post,a sua forma de escrever..me encantei com a sua profundidade e amo mais o amor depois dessa definição!
    Adorei o seu cantinho.rs
    Se quiser da uma passadinha no meu:
    http://comamoremaiscaro.blogspot.com.br/

    grande beijo.sz

    ResponderExcluir
  4. Ainda que muito clichê, ninguém nunca deixará de falar sobre o amor, sentir o amor, viver um novo amor...
    Lindo texto, doce.
    "O amor sabe, sabe mais que a gente" nem precisa de mais nada.
    Um beijo flor!
    http://jushmidt.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. É difícil definir o amor porque cada pessoa tem a sua forma de amar. E o amor para mim é totalmente cheio de clichê e se não for recíproco não é amor. ^^

    ResponderExcluir
  6. Eu adoro muito seu blog, vou acompanhar sempre, e percebi sim que você curte o nome Sophia também... E em relação ao mundo dos blog, logo que entrei eu gostei, mas agora é mais que gostar, agora eu amo tudo isso.. haha beijos Adorei você tanto como gostei do seu blog... *-*

    ResponderExcluir
  7. Ah que saudades que eu estava de vir aqui! Eu tava pensando exatamente nisso hoje mais cedo: afinal, o que é amor? Aí de repente eu me deparo com isso aqui. Lindo demais!

    ResponderExcluir
  8. "mas dá pra ver onde ele se encontra." #verdade.

    gostei muito do texto,
    belas palavras do amor, uma leitura agradável de se ler,
    um show !! Parabens pelo post Yasmin.

    ResponderExcluir

Não leio mentes ainda, então não vou saber o que você achou a menos que comente.