quinta-feira, 3 de junho de 2010

Animais: seres vivos que conquistam nosso amor incondicional.



Todo ser humano, ou melhor, a maioria deles têm pelo menos um bichinho de estimação. Eles, inexplicávelmente, conseguem conquistar de forma espantosa, o nosso amor e carinho. Tudo é tão bom quando ele ainda é vivo. Quando está alegre, sadio e feliz. Mas, como tudo que possui vida, um dia Deus tira-o de nós. E essa eu garanto que é a pior parte de se ter um animalzinho. Para a minha infelicidade, Deus me tirou a minha Pepetinha nessa última quarta-feira. Ela já tinha 13 anos e sofria de câncer. Confesso que perder um animal não é fácil, ainda mais quando ele esteve ao seu lado desde quando você se entende por gente. Ela era simplesmente a melhor cachorra que alguém poderia ter. Sabia quando havia alguma coisa de errado contigo. Ou quando você estava com medo. Ela parecia entender o que você estava sentindo, coisa que nenhum ser humano é capaz de compreender. Todos nós sofremos junto com ela. A cada dia que passava, a cada dia que ela piorava, nos consumíamos. Isso foi extremamente terrível. Mas saber que ela não está mais sofrendo, me conforta bastante. Imagino que agora ela esteja em um lugar maravilhoso, correndo alegre, feliz e saudável. Quando chegar a minha hora, sei que a encontrarei.
Superar e entender que ela não vai mais voltar é possível, mas esquece-la jamais.

P.S.: Não postei nada todos esses dias, mas acho que o motivo está mais do que explicado.

Beijos :*
@yasmin_vizeu

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não leio mentes ainda, então não vou saber o que você achou a menos que comente.